sexta-feira, março 28, 2008

Dúvidas!


A certeza é agora incerteza
Aos poucos tudo se torna irreal
Será cansaço, fraqueza?!
É talvez um sentimento imortal
Algo que vem para ficar
Um sonho novo a esvoaçar.
Porquê sentir apenas as amarguras da vida?!
No fundo sabemos que tudo tem saída
Neste mundo ninguém é igual
E quando se perde aquele brilho
Procura-se alguém especial
Rapidamente desaparece todo o mal
Encontra-se um novo trilho.
Mas do nada surge a questão
E penso para mim mesma
"Devo ouvir o coração ou a razão?"
E volta a incerteza...
O coração vê tudo com beleza
A razão tira um pouco o brilho
Sinto-me meia perdida
Preciso mais que uma meiga expresão
O tempo me dará a certeza
Por enquanto dou asas à imaginação...


5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Essas incertezas, essas dúvidas, surgiram ao descobrires um novo sentimento, algo genuino, um sentimento que te despertará, que constantemente te vai colocando questões, algumas bem complicadas de responder.
Vamos esperar e ver no que essas incertezas se tornarão. Não tenhas pressa, leva o tempo necessário para pensares.

Uma coisa muito importante, lembra-te que tens amigos sempre a apoiar-te, os amigos sao também muito importantes.
Beijos. Fica bem

6:42 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

ola sarinha! é verdade... as vezes temos tantas incertezas e duvidas..
gostei de te ver inspirada :P
beijao grande!

9:02 da tarde  
Blogger Malmeqer said...

Belas palavras...

Certas, qe até dói saber que por tudo o que vivemos temos de passar por essas etapas e escolhas...

Gostei do que li x)

Beijo**

12:29 da manhã  
Blogger Serenidade said...

Minha querida,
ouve sempre teu coração ele tem sempre razão, nunca a mente, a mente vê com olhos do ego, o coração vê com os olhos da alma e intui o que é melhor. Dá tempo ao teu coração, mas não o ouças com a mente que tal como a palavra diz, está sempre a mentir a nós e ao nosso coração...

Serenos sorrisos

10:49 da tarde  
Blogger Diogo_Neves said...

Uii..
ainda nao tinha comentado isto, ai nao pode ser nao é sara??
e que este poema teve quase de ser arrancado a ferros ehhe..

tu ja sabes o que acho, (que esta brilhante claro).
e ja sabes que a equipa palavras descobertas, espera uma colaboraçao :D ehehhe

va.. nao me vou estender por demais..

ate ao proximo momento virtual:D
*Bjnnhh*
DiogoNeves

9:51 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home